in , ,

Sos Cagarro – salve as águas de Cory’s Shearwaters!

As cisalhas são um grupo de pequenas e médias aves marinhas pertencentes à família das Petrel(Procellariidae). Dividem-se em três géneros (Puffinus, Calonectris, e Procellaria).

Os géneros Calonectris subdividem-se em quatro espécies: Calonectris leucomelas, Calonectris diomedea, Calonectris edwardsii e Calonectris borealis que é vulgarmente conhecido como Cagarro ou Cagarro da Cory em português.

Cory's Shearwaters (Calonectris_borealis)

A Cagarro reproduz-se na Madeira, Açores e Arquipélago das Berlengas em Portugal e Ilhas Canárias em Espanha. Os Açores acolhem mais de 75% de toda a população de Cory’s Shearwater.

Conheça a Cagarro (Cagarro)

Os Açores acolhem a grande maioria dos locais de nidificação para estas aves, que vêm todos os anos na Primavera para se reproduzirem. São conhecidos e reconhecíveis pelas suas chamadas engraçadas que se assemelham ao choro de um bebé ou por vezes a uma pessoa que fala algaraviada com uma voz de tom alto

Os shearwaters permanecem no seu local de nidificação toda a primavera e verão até que os seus filhotes cresçam o suficiente para tentarem os seus primeiros voos. E é aqui que surge o problema. Estas aves utilizam a luz das estrelas para se orientarem de modo a saberem em que direcção está o Oceano. Os pintos inexperientes deixam o ninho para começar a explorar o mundo e por isso são muitas vezes distraídos e enganados pelos faróis das estradas e/ou luzes dos carros que acabam na direcção errada e muitas vezes colidem com o chão.

O problema é que o Cagarro, sendo uma ave marinha, não sabe como descolar do solo, só consegue voar descolando de um penhasco ou sobre a água! Assim, o pobre infeliz pássaro acaba no chão, imóvel, completamente desorientado e assustado, com o resultado de ser atacado por cães e gatos ou de morrer à fome.

SOS Cagarro

Todos os anos centenas de Cagarros ficam presos dessa forma e é por isso que a campanha SOS Cagarro foi criada por voluntários com o patrocínio do governo açoriano. Todos os anos, de 1 de Outubro a 15 de Novembro, todas as ilhas dos Açores iniciam a campanha organizando passeios nocturnos para capturar e depois libertar no Oceano o maior número possível de Cagarros encalhados, e pedindo à população que faça o mesmo, distribuindo caixas de cartão para utilizar como jaula temporária.

 

Como salvar um Cagarro (Cory’s Shearwater)

Se encontrar uma Cagarro encalhada no terreno (bastante comum durante a campanha SOS Cagarro), eis o que precisa de fazer: Aproximar-se suavemente do animal com um cobertor (e luvas se possível, pois podem tentar morder porque estão assustados), colocar o cobertor sobre a ave e depois agarrá-lo suavemente – não se moverá – depois colocar na caixa SOS Cagarro (ou outra caixa para esse efeito) e deixar a caixa num local calmo e fechado em sua casa (como uma garagem, ou uma arrecadação) durante a noite.

Certifique-se de fazer pequenos furos na caixa (se estiver a usar a sua) para que o pássaro possa respirar. Deixe-o lá durante a noite, o pássaro muito provavelmente ficará colocado sem fazer qualquer barulho.

Na manhã seguinte, basta pegar na caixa e trazer o animal para o ponto SOS Cagarro mais próximo, onde os voluntários cuidarão dele e depois soltá-lo-ão o mais depressa possível no Oceano.

Se ainda não tem a certeza do que fazer ou não pode fazê-lo você mesmo por qualquer razão é possível ligar para a linha directa ou enviar um e-mail para o grupo de voluntários

800 292 800

cagarro@azores.gov.pt

 

Só este ano, mais de 6.000 shearwaters de Cory foram resgatados e libertados com sucesso graças ao trabalho incessante dos voluntários e à ajuda de locais e expatriados.

Como lema de SOS Cagarro recitar “Salva um Cagarro, faz um amigo”! (Salva um Cagarro, faz um amigo)

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.